Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Diploma Heloneida Studart de Cultura 2018 será oferecido a 3 instituições ligadas à dança de salão

APDS - Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ, Centro Coreográfico e Gafieira Elite, três instituições ligadas à história da dança de salão do RJ, serão homenageadas em junho com o DIPLOMA HELONEIDA STUART DE CULTURA, uma iniciativa da Comissão de Cultura da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do RJ).

"Esta homenagem muito orgulha a atual diretoria da APDS/RJ, que tem se esforçado em promover a dança de salão com ações socioculturais, educativas e políticas", afirmou a diretora cultural da instituição, Leonor Costa, também editora do Jornal Falando de Dança, que ano passado foi homenageado com este prêmio, pelos dez anos de fundação do jornal.

  • Saiba AQUI quem são os diretores e quais os objetivos da APDS

A Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) divulgou os nomes das 39 pessoas físicas e instituições que receberão o Diploma Heloneida Studart de Cultura de 2018 durante reunião realizada na quarta-feira, dia 23/05/18.

O diploma é um instrumento de reconhecimento e estímulo às boas práticas culturais do estado. A premiação acontecerá em junho, em local que ainda será definido.

Além das já citadas instituições, receberão o diploma, pelas ações na área da Dança, o Núcleo de Dança para Atores (Cia de Teatro e Dança), Companhia de Dança Folclórica Forrozão Junino e a prof. Safira el Hamad.

Confira AQUI a relação completa.

terça-feira, 22 de maio de 2018

4ª Conferência Estadual de Cultura do Rio de Janeiro será em junho

Dias 8 e 9 de junho, das 9 às 19h, acontecerá a 4ª CEC, no Teatro João Caetano (Praça Tiradentes, Centro do Rio), com a posse dos delegados eleitos nas etapas municipais e regionais das conferências. Acompanhem as informações pela página da CEC no site da Secretaria de Estado de Cultura do RJ: www.cultura.rj.gov.br. Informações também podem ser obtidas no blog do Conselho Estadual de Cultura do RJ, na url http://conselhoestadualculturarj.blogspot.com.br/. Os fóruns e as conferências fazem parte do processo de composição do Sistema Estadual de Cultura, que irá gerir as verbas do Fundo Estadual de Cultura, daí a importância da participação da população, especialmente dos agentes da Cultura do RJ.

  • Nota publicada na edição 128 do Jornal Falando de Dança (maio/18)
  • Saiba mais! Leia AQUI o artigo de Denise Acquarone para a edição 127 do Jornal Falando de Dança, sobre este assunto.




segunda-feira, 21 de maio de 2018

SMC-Rio abre inscrições para eleitores na votação do Conselho Municipal de Cultura

Começa às 18h desta segunda-feira, 21 de maio, o período de cadastramento on line de eleitores que terão direito a votar na eleição para o Conselho Municipal de Cultura. Para se inscrever, basta acessar este link, preencher todos os campos, marcar a linguagem de atuação e escrever ou anexar histórico ou comprovantes de trabalhos realizados na área. Serão aceitos currículos, portfólio, comunicação/divulgação impressa e/ou eletrônica, declaração expedida por instituição, entidade, associação cultural ou coletivo, artigos ou textos publicados, comprovantes de participação em eventos da área, links de vídeos e contratos firmados.
 
As inscrições podem ser feitas até 23h59min da próxima quarta-feira, dia 23. Só poderão votar nos candidatos ao Conselho Municipal de Cultura os eleitores previamente inscritos. O primeiro cadastramento foi feito presencialmente, nas cinco pré-conferências regionais realizadas entre 1º e 20 de maio, em cada uma das Áreas de Planejamento (AP) do município. A etapa atual, de cadastramento on line, é apenas para quem não pode participar dos encontros regionais.
 
A eleição 2018 para o Conselho Municipal de Cultura acontece entre 0h01 min de sexta-feira, dia 25 e 23h59 min de domingo, 27 de maio. A votação será exclusivamente on line e o resultado será divulgado no dia seguinte, segunda-feira, durante a 3ª Conferência Municipal de Cultura.
 
A plataforma de eleição é uma parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, que estreou este sistema em 2016, para eleger o primeiro Conselho Estadual de Política Cultural.

fonte: SMC

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Lei 7.961/18 cria o Festival Estadual de Dança de Salão do RJ - FESTDANÇA

Foi publicada nesta quarta, dia 16/05/2018, no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, a Lei 7.961/2018 que cria o Festival Estadual de Dança de Salão do RJ, cuja etapa final deverá ser realizada durante os festejos da Semana da Dança de Salão do RJ, em novembro.
  • Leia AQUI a notícia publicada no site da Alerj.
O projeto do FESTDANÇA foi noticiado pela primeira vez na edição 58 (julho/2012) do Jornal Falando de Dança, com destaque de capa para a deputada estadual Enfermeira Rejane, que recomendara sua aprovação (o autor do PL 2922/2010, dep Dr Wilson Cabral, não fora eleito). Por tal apoio ao fomento dessa linguagem da dança, a deputada foi uma das homenageadas com o PRÊMIO CULTURA DA DANÇA DE SALÃO, edição 2012, projeto realizado por Valdeci de Souza e AMAragão Edições e Produções, que publica o Jornal Falando de Dança.
  • Leia AQUI a edição 58, com entrevista da deputada Enfermeira Rejane à página 4.
  • Acesse AQUI a cobertura fotográfica do portal UOL, da edição 2011 do Prêmio Cultura da Dança de Salão, por ocasião do bicentenário do primeiro anúncio de aulas de dança publicado no Brasil (imprensa Régia).
  • Acesse AQUI a cobertura da edição 2012 do Prêmio Cultura da Dança de Salão, onde foi lançada a campanha UMA ESTÁTUA PARA ANTONIETTA.
  • Acesse AQUI a cobertura da edição 2013 do Prêmio Cultura da Dança de Salão, dedicado ao ensino infantojuvenil, com destaque para a 1º mostra coreográfica infantojuvenil de dança de salão (Forte Copacabana, auditório Santa Bárbara, jul/2013).
De lá pra cá muitas águas rolaram até a presente Lei 7961/19, publicada no D. O. ERJ do dia 16/05/18, de autoria do dep. Jorge Felippe Neto. Entenda melhor o caso na próxima edição do Jornal Falando de Dança.

Enquanto isso, vamos comemorar mais uma vitória da dança de salão do RJ, que tem o primeiro anúncio de dança em jornal impresso no Brasil (anúncio de Luiz Lacombe, em 13-07-1811), tem o Dia do Dançarino de Salão (21/07, por lei municipal e por lei estadual), a Semana da Dança de Salão do RJ (última semana plena de novembro, Lei 3440/2000) e foi declarada patrimônio cultural imaterial do RJ pela Lei 5880/2010.
  • Leia AQUI por que o anúncio de Luiz Lacombe é importante para a dança de salão
Essa profusão de leis de fomento à dança de salão explica-se ao analisarmos a história da dança no Brasil, social e de palco, iniciada com a popularização da dança de salão, graças às atividades de professores de dança e artistas de grande atuação na cidade.
  • Leia AQUI o artigo de Leonor Costa publicado na Revista de História da Biblioteca Nacional, contando um pouco sobre a popularização da dança de salão a partir dos bailes imperiais.
  • Leia AQUI o catálogo da exposição "200 anos de ensino de dança de salão no Brasil", patrocinada pela SEC-RJ e pelo Jornal Falando de Dança.
Com tantas efemérides no calendário oficial do município do Rio e do Estado do Rio de Janeiro, resta aos dançarinos de salão e profissionais da dança se unirem para fazer valer "a letra da lei" e isso só será possível com mobilização política, via entidades representativas.
  • Leia AQUI o artigo de Antonio Aragão "Não bastar torcer, tem que participar".

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Normas sobre exigência de diploma para registro de artista são questionadas pela PGR

Wilson Dias/Agência Brasil
A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia requisitou informações à Presidência da República e do Congresso Nacional para que se manifestem, no prazo de cinco dias, acerca da Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 293, ajuizada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra dispositivos da Lei 6.533/1978 e do Decreto 82.385/1978. As regras questionadas tratam da obrigatoriedade de diploma ou de certificado de capacitação para registro profissional no Ministério do Trabalho como condição para o exercício das profissões de artista e técnico em espetáculos de diversões.

   A PGR pede liminar para suspender os artigos 7º e 8º da Lei 6.533/1978 e os artigos 8º a 15; 16, inciso I e parágrafos 1º e 2º; 17 e 18 do Decreto 82.385/1978, sob argumento de que “a manutenção da vigência dos dispositivos impede o livre exercício de um direito fundamental, o que, por si só, configura caso de urgência constitucional”. No mérito, pede que o STF declare a não recepção pela Constituição Federal de 1988 dos dispositivos impugnados.

   A Procuradoria justifica a opção pela proposição da ADPF, sustentando que o controle abstrato de constitucionalidade de direito pré-constitucional pelo STF por meio dessa ação é expressamente previsto pela Lei 9.882/99.

Alegações. 
A PGR alega que os dispositivos por ela combatidos violam os incisos IV, IX e XII do artigo 5º da Constituição Federal, que asseguram a livre manifestação do pensamento, a liberdade de expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura, além do livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão. Violam também, segundo ela, o artigo 215 da CF, que assegura o livre acesso à cultura.

   “A liberdade de expressão é um dos mais importantes direitos fundamentais do sistema constitucional brasileiro”, sustenta. “Trata-se de direito essencial ao livre desenvolvimento da personalidade humana, uma vez que, como ser social, o homem sente a necessidade de se comunicar, de exprimir seus pensamentos e sentimentos e de tomar contato com os seus semelhantes”.

   Ela lembra que o constituinte de 1988 “chegou a ser redundante ao garantir a liberdade de manifestação artística em múltiplos dispositivos (artigos 5º, incisos IV e IX, e 215), rejeitando peremptoriamente toda forma de censura”.

Liberdade. 
“Percebe-se, sem dificuldade, que a norma impugnada fere a liberdade de expressão artística”, sustenta a PGR, “criando requisitos para o próprio desempenho da atividade artística”. A inicial afirma que, “sob o pretexto de resguardar direitos e interesses gerais da sociedade, a regulamentação da profissão acabou por retirar da arte aquilo que lhe é peculiar: sua liberdade”. Assim, “a simples ideia de um órgão público capaz de controlar e estabelecer qualificação mínima para artistas é incompatível com a liberdade de expressão artística”.

   A PGR estabelece paralelo entre as profissões em questão e a de jornalista, lembrando que, no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 511961, a Suprema Corte afastou a exigência de diploma de nível superior para o exercício da profissão de jornalista.

  • Leia AQUI texto de Denise Acquarone atualizando este assunto (edição 128 do Jornal Falando de Dança).
  • Leia AQUI texto do MinC se posicionando sobre este assunto.
  • Leia AQUI texto do SATED-Rio se posicionando sobre este assunto, publicado em 04-04-2018.

N.R.: texto de 2013, publicado AQUI e reproduzido na edição 128 (mai/18) do Jornal Falando de Dança

Julgamento no STF pode definir destino do DRT de artistas e técnicos de espetáculos

Denise Acquarone
Originalmente publicado
na edição impressa do
Jornal Falando de Dança
(ed. 128, maio/2018)

Supremo decidirá se DRT de artista está condicionado a diploma ou atestado dos sindicatos

O assunto surgiu em 2013, quando algumas pessoas denunciaram à Procuradoria Geral da República (PGR) a dificuldade que estavam tendo para obtenção de registro profissional na área artística, da parte da Ordem dos Músicos e da parte do Sated. A PGR, então, apresentou uma “arguição de descumprimento de preceito fundamental” (ADPF), alegando que as exigências para obtenção de número de DRT contrariava o preceito constitucional de que ninguém pode ser impedido de exercer uma profissão a não ser por força da lei, como é o caso, por exemplo, de médicos, advogados, engenheiros, arquitetos e outros. Na verdade, a PGR apresentou duas ADPF. Uma, referente à música, pede a extinção da Ordem dos Músicos. Outra, de número 293, diz respeito à regulamentação da Lei do Artista (Lei 6533/78).

   As duas arguições foram apresentadas ao STF, e distribuídas à ministra Carmem Lúcia, que incluiu o assunto na pauta da audiência do dia 26/04/2018. Porém, alguns dias antes da audiência a ministra retirou o assunto da pauta, talvez para ter mais tempo para formar juízo de valor, diante da mobilização da classe artística e da repercussão na imprensa. De qualquer forma, a comissão de profissionais da dança, da qual participo, manteve a decisão de estar em Brasília dias 25 e 26 de abril, a fim de cumprir compromissos já agendados com deputados federais, senadores e representantes de ministérios.

   Diferentemente da ADPF que atinge a Ordem dos Músicos, a APDF-293 não atinge os sindicatos dos artistas e técnicos de espetáculos, nem os da dança. A APDF-293 não pede a extinção do registro profissional (conhecido entre nós como registro na Delegacia Regional do Trabalho, ou simplesmente DRT), mas questiona alguns artigos da Lei do Artista, no que toca à exigência da qualificação para obtenção do registro. A PGR alega, pelos motivos já expostos, que qualquer pessoa tem o direito de pedir o registro como artista, sem necessidade de comprovar a qualificação, isto é, sem necessidade, por exemplo, de se submeter a alguma prova de capacitação, ministrada pelos sindicatos. Lembrando que, no caso da dança, as qualificações são os diplomas, de nível técnico ou superior, ou o atestado de capacitação fornecido por um sindicato do segmento. Para expedir esse atestado de capacitação, os sindicatos podem exigir que o interessado apresente comprovação do exercício da atividade profissional (análise de currículo) ou que se submeta a um teste promovido pela entidade, para que esta tenha a certeza da capacitação que tem de atestar.  Para a PGR, porém, bastaria que a pessoa comparecesse à Delegacia Regional do Trabalho e se auto declarasse artista, baseada no princípio da liberdade de expressão.

   Para os sindicatos e artistas envolvidos neste debate, há diferença entre a liberdade de expressão garantida pela Constituição e o exercício da atividade artística como profissão. Qualquer um pode cantar, dançar, pintar e praticar outras formas de expressão artística. O que a Lei do Artista objetiva é que haja uma ordenação nessas atividades no momento em que as pessoas as usem como meio de obter remuneração, principalmente na relação empregador/empregado ou prestador de serviços. A Lei do Artista foi um grande avanço no sentido de reconhecer a existência dessas atividades como profissão, em uma época não muito distante em que ser artista era confundido com marginal, malandro ou praticante de outras atividades discriminadas pela sociedade. 

   Outro aspecto é a hipótese de o fim do atestado de capacitação vir a desestimular os novos artistas a procurarem se qualificar nas escolas técnicas e cursos superiores. E o enfraquecimento dos sindicatos com o fim do atestado de capacitação fornecido por estes, bem como a limitação da sua ingerência na fiscalização do exercício ilegal da profissão. A quem interessa facilitar a contratação de pessoas que não passaram pelo reconhecimento das entidades classistas? Quais as consequências para as negociações de contratos coletivos de trabalho? Como ficará a luta que há anos vem sendo travada para a atualização do anexo da Lei do Artista, para inclusão de novos cargos técnicos e artísticos que a modernidade exige? 

   Estes e outros questionamentos estão sendo debatidos em várias partes do país, pelas entidades classistas e grupos de artistas mobilizados, como é o caso, aqui no Rio, do SPDRJ e do Fórum Permanente da Dança. Até o fechamento da edição, o MinC já havia colocado em seu site uma nota de apoio aos artistas; uma carta aberta pelo direito dos trabalhadores artistas havia sido publicada em site de petições para adesão dos interessados; o Fórum Permanente da Dança e o SPDRJ haviam convocado uma reunião da classe artística para dia 24/04, 19h, na Casa França Brasil; e a Superintendência Regional do Trabalho no RJ havia convocado, para o mesmo dia 24/04, às 12h, uma audiência pública com o setor da Cultura, no auditório do 4º andar do prédio do Ministério do Trabalho, no Centro do Rio. Esperamos contar com a presença do maior número possível de artistas e profissionais da dança para esclarecimentos a respeito de todo o processo. Na próxima edição falaremos sobre o resultado desses movimentos.
____________
Denise Acquarone é gestora cultural, conselheira estadual de políticas culturais, membro do Fórum Permanente da Dança, diretora honorária do Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ e assessora de Dança na Superintendência de Artes da SEC-RJ.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Leia aqui o editorial de maio/18 (ed 128) do Jornal Falando de Dança

Lembro-me de quando a Lei do Artista foi sancionada. Grande Otelo (ator, comediante, cantor, produtor e compositor brasileiro, falecido em 1993) aparecia no noticiário da Tv, emocionado, dizendo que finalmente não seria mais considerado um marginal, poderia ter a carteira assinada e abrir um crediário. 

De lá para cá, foram grandes as conquistas de artistas e técnicos de espetáculos para fazer valer seus direitos. Principalmente os chamados direitos conexos, quando os participantes de uma obra coletiva (filmes e novelas, por exemplo) têm o direito à remuneração toda vez que esta for reexibida ou vendida para outros tipos de plataformas. 

Mas como a Delegacia Regional do Trabalho poderia avaliar se aquela pessoa que ali se apresentava para ter seu registro em carteira era mesmo um artista? A solução então encontrada foi pedir para que o interessado se dirigisse ao sindicato dos artistas (ou da dança, conforme o caso) e pedisse um atestado para apresentar à DRT. 

Para a Procuradoria Geral, no entanto, a Constituição de 1988 invalidou os artigos da Lei do Artista (de 1978, portanto, anterior à ela) que permitiram aos sindicatos fazer exigências para a expedição de tais atestados. Nesta edição, o leitor lerá o posicionamento da Procuradoria Geral, a manifestação do Sated RJ e do MinC e o texto bastante esclarecedor de Denise Acquarone. 

Mas temos mais notícias pertinentes à nosso segmento: na seção Fique por Dentro esta editora divulga as datas das eleições para conselheiros da Cultura e das conferências estadual e municipal de Cultura, registra o vencedor do Gafieira Brasil 2018 e dá outras notinhas, como o histórico do Dia das Mães, efeméride comemorada em maio.


Falando em histórico, Maristela comenta sobre um fenômeno biológico que pode ser aplicado à dança para o entendimento de sua evolução, e Leonor Costa resume o que foi a Belle Époque da dança de salão. Já Milton Saldanha dá seu depoimento sobre as emoções que sente ao escrever - e ser lido. Tal emoção é sentida por todos nós, que colaboramos para deixar para a posteridade, impressas neste periódico, pesquisas, opiniões e notícias, presentes e passadas, deste segmento cultural. 

Se estamos atingindo o público que agora nos lê, só sabemos quando recebemos alguma mensagem a respeito. Mas, com certeza, os pesquisadores do futuro usarão nossos textos para compreender o presente. Boa leitura.

  • Leia AQUI as edições online do Jornal Falando de Dança.

sábado, 5 de maio de 2018

Quer ser eleitor ou se candidatar à vaga de conselheiro da Cultura no município do Rio? Saiba o passo a passo aqui!

Compartilhe! Espalhe esta notícia! Independentemente de você se candidatar ou não é importante que os fazedores de Cultura da cidade do Rio de Janeiro participem deste processo e contribuam para a boa representatividade das diversas linguagens culturais da nossa cidade.

"Acreditamos que todos nós que nós envolvemos com atividades culturais somos eleitores da Política Cultural", declarou Andrea Chiesorin Nunes, assistente de diretoria da Angel Vianna Escola e Faculdade de Dança, ela própria candidata à cadeira de Dança no Conselho, contando com o apoio dos coletivos da dança e dos atuais conselheiros.

QUERO ME CANDIDATAR A UMA VAGA NO CONSELHO.
Para se candidatar ao novo Conselho Municipal de Cultura, com mandato de 2018 a 2020, os interessados deverão seguir os seguintes passos:

1) Participar presencialmente de uma das Pré-conferências Territoriais, que acontecerão durante o mês de maio em todas as regiões da cidade, comprovando que é residente ou atua naquela área e que tem experiência mínima de dois anos na linguagem/movimento em que está inscrito; 

2) Durante as pré-conferências, os participantes se dividirão a partir de suas linguagens/movimentos e, nessa ocasião, os interessados em participar como candidatos ao Conselho Municipal de Cultura 2018-20 deverão se manifestar e defender sua candidatura; 

3) As linguagens/movimentos escolherão, por meio de voto, apenas um candidato para representar aquela linguagem/movimento por aquela Área de Planejamento. 

4) Ao fim de cada uma das pré-conferências, haverá um rol de vinte e quatro candidatos ao Conselho Municipal de Cultura, um por linguagem/movimento, que formarão um grupo permanente de diálogo e mobilização regional naquela Área de Planejamento; 

5) Após realizar pré-conferências nas cinco Áreas de Planejamento da cidade, os (até) vinte e quatro candidatos de cada região serão disponibilizados em plataforma online para votação final ao Conselho Municipal de Cultura. Exemplo: cada uma das cinco Áreas de Planejamento terá um candidato de música, que concorrerá lado-a-lado, com seus pares das outras áreas, em votação online; 

6) Com o prazo de votação finalizado, o novo Conselho Municipal de Cultura estará formado e terá sua posse realizada na III Conferência Municipal de Cultura

QUERO PARTICIPAR DESTE PROCESSO COMO ELEITOR.
Você pode participar da votação de forma presencial ou online. Para se habilitar como eleitor, você deve fazer sua inscrição online (ver abaixo) e/ou participar de uma pré-conferência. Caso não tenha condições de participar de uma pré-conferência, a SMC ainda assim lhe dará oportunidade de se habilitar, online, acessando um link a ser divulgado antes da Conferência Municipal de Cultura.

QUERO VOTAR PRESENCIALMENTE.
Para isso, é preciso fazer a inscrição por meio de formulário eletrônico no www.rio.rj.gov/smc, e GARANTIR SEU VOTO POR MEIO PRESENCIAL no dia 08/05 de 13h as 20h no na Rua Benedito Hipoloto, 125 – no Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian | AP-01.

QUERO VOTAR ONLINE
Todos os participantes das pré-conferências que estiverem devidamente credenciados poderão votar nos candidatos de sua mesma linguagem/movimento durante a votação online. Para quem não participou das pré-conferências, a Secretaria Municipal de Cultura e o Conselho de Cultura permitirão que, após a realização das pré-conferências, e antes do início da votação online, seja aberto um breve período para a inscrição de novos eleitores, em plataforma online a ser divulgada posteriormente. Infelizmente, os novos eleitores poderão opinar apenas entre os candidatos já escolhidos nos territórios. Então, se você quiser maior participação nesse processo, participe da Pré-conferência Territorial mais próxima de você.

QUERO SER DELEGADO NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA
Tanto para ser delegado na III Conferência Municipal de Cultura, como para se candidatar a uma das vagas do Conselho de Cultura, é preciso participar de uma das pré-conferências agendadas, portando RG, comprovante de residência e algum tipo de comprovação de que você atua em sua linguagem ou movimento sociocultural há, pelo menos, um ano, no caso de não-candidatos/eleitores, e, pelo menos, dois anos, no caso de candidatos.

COMO COMPROVAR MINHA ATUAÇÃO NO SEGMENTO DA CULTURA
Alguns segmentos da cultura são bastante informais e, consequentemente, mais difíceis de serem comprovados em uma perspectiva administrativa. Porém, para garantir a lisura desse processo, é importante ter certeza de que os participantes sejam e entendam, de fato, daquela linguagem ou movimento sociocultural. Para isso, durante o credenciamento, haverá sempre um representante da Comissão de Organização e da Comissão de Eleições para orientá-lo e entender como proceder. Dica importante: você pode buscar crachás de eventos de que participou, fotos, divulgações, postagens, matérias, trabalhos, declarações de alguma instituição que trabalha/trabalhou, etc. A intenção da comissão de eleições é de obter o maior número possível de participantes.

QUE SEGMENTOS CULTURAIS ESTÃO REPARESENTADOS NO CONSELHO DE CULTURA.
Hoje, a divisão de linguagens e movimentos socioculturais, da sociedade civil, respeita o Decreto 40.615/2015, a saber:

  1. Cultura Popular, 
  2. Artesanato, 
  3. Artes Visuais, 
  4. Audiovisual, 
  5. Patrimônio Cultural, 
  6. Literatura, 
  7. Teatro, 
  8. Músico, 
  9. Dança, 
  10. Circo, 
  11. Design, 
  12. Cultura Urbana, 
  13. Economia da Cultura – produtores ou empresários culturais, 
  14. Movimento dos trabalhadores em cultura, 
  15. Movimento social de identidade - etnias indígenas e afro-brasileiras, 
  16. Movimento social de identidade sexual – gêneros, transgêneros e orientação sexual, 
  17. Expressões culturais de pessoas com deficiência, 
  18. Expressões culturais de movimentos de faixas etárias – infância, juventude e idosos, 
  19. Comunicação social, 
  20. Economia Criativa, 
  21. Territorialidade e circunscrições territoriais - 
  22. Áreas de Planejamento e 
  23. Folclore, Escolas de samba e blocos de carnaval
Saiba mais:

Pré Conferência regional da Zona Oeste do Rio adiada por falta de segurança

 
Mais sobre as conferências:
:

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Secretaria Municipal de Cultura lança edital da Lei de Incentivo e promove encontros com produtores

divulgação SMC

A Secretaria Municipal de Cultura iniciou nesta quarta-feira (2) o "Circuito ISS + Diversidade no Incentivo Cultural 2018", com o objetivo de promover diálogo com empreendedores culturais de todas as regiões do município e das múltiplas linguagens artísticas existentes, de modo a democratizar o acesso aos recursos e benefícios que a Lei do ISS proporciona. Este primeiro encontro marcou ainda o lançamento do edital da Lei de Incentivo Cultural Municipal. 

"Uma das fortes intenções dessa gestão é a construção de uma política municipal de cultura, e para isso temos o desafio de mudar alguns paradigmas", afirmou a secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira. "Estamos desde o começo buscando resolver os anseios da sociedade como um todo". 


divulgação SMC

A inscrição no Circuito é gratuita e deve ser feita no site da Secretaria Municipal de Cultura, no link https://credencial.imasters.com.br/circuito-iss-2018 . Cada produtor poderá se inscrever apenas uma vez e receberá certificado de participação.

As demais etapas acontecem nos seguintes dias e locais: 4 de maio, na Cidade das Artes, na Barra; dia 9, na Areninha Carioca Gilberto gil, em Realengo; dia 16, na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira; e dia 23, no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Tijuca.

As reuniões são organizadas pela Comissão Carioca de Promoção Cultural (CCPC) da Secretaria Municipal de Cultura e contam com o curso Capacitação de Economia Criativa para os produtores. Com duração de cinco horas, cada etapa do Circuito terá o seguinte conteúdo: como funciona a Lei do ISS; etapas de inscrição de produtores; captação de recursos; realização de projetos; etapas de inscrição de empresas contribuintes; direcionamento e repasses dos recursos.

O "Circuito ISS + Diversidade no Incentivo Cultural 2018" tem como objetivo promover o diálogo com empreendedores culturais de todas as regiões do município e das múltiplas linguagens artísticas existentes, de modo a democratizar o acesso aos recursos e benefícios que a Lei do ISS proporciona.

"Historicamente, os projetos selecionados se concentram na Zona Sul e Centro do Rio e são apresentados por grandes produtores. Acreditamos que, com o Circuito, produtores de regiões periféricas da cidade e de projetos de menor porte – mas de grande importância cultural e social - também poderão se beneficiar", defende Nilcemar Nogueira, secretária municipal de Cultura do Rio.

R$ 51 milhões à disposição da Cultura do Rio

A Lei Municipal de Incentivo à Cultura nº 5.553/13, de 14 de janeiro de 2013, é um mecanismo de renúncia fiscal através da qual a Prefeitura do Rio destina 1% da arrecadação do ISS (Imposto Sobre Serviços) para financiar produções, projetos e produtos culturais na cidade do Rio de Janeiro. Este ano, a Lei vai destinar R$ 51.728.424,04 (Cinquenta e um milhões, setecentos e vinte e oito mil, quatrocentos e vinte e quatro reais e quatro centavos) para projetos com execução prevista para 2019.

As inscrições podem ser feitas entre 1º e 31 de maio, no site da Secretaria Municipal de Cultura, no endereço https://credencial.imasters.com.br/circuito-iss-2018.  Podem participar projetos culturais nas áreas de Artes Visuais, Artesanato, Audiovisual, Bibliotecas, Centros Culturais, Cinema, Circo, Dança,  Design, Folclore, Fotografia, Literatura, Moda, Museus, Música, Multiplataforma, Preservação e restauração do patrimônio natural, material e imaterial (assim classificados pelos órgãos competentes), Teatro e Transmídia.


extraído de: http://www.rio.rj.gov.br/web/smc/exibeconteudo?id=7920033

Dicas para os interessados em participar dos movimentos de políticas culturais deste ano

Por Leonor Costa (originalmente publicado na edição 127 do Jornal Falando de Dança)

Desde o início de 2018 acontecem, em todo o Estado do Rio de Janeiro, fóruns regionais e setoriais, bem como conferências de Cultura regionais e municipais, em um processo que convergirá para a 4ª Conferência Estadual de Cultura do RJ, quando serão escolhidos os delegados de Cultura que representarão a Cultura do RJ na Conferência Nacional de Cultura, no Distrito Federal. A seguir damos algumas dicas para os interessados em se informar sobre esse processo e eventualmente se animar a participar dos movimentos políticos do segmento cultural da Dança com vistas a eleger prioridades de investimento neste segmento.

  • Reuniões abertas do Fórum Permanente de Dança do RJ (solicite aceitação no grupo do Fórum, no Facebook)
  • Conferências regionais de Cultura do Município do Rio de Janeiro: veja as datas AQUI.
  • Caminho para acessar a Proposta de Política Setorial para a Dança no Estado do Rio de Janeiro: www.cultura.rj.gov.br >>> Planos Setoriais >>> Dança.
  • Caminho para acompanhar informações sobre a 4ª Conferência Estadual de Cultura: www.cultura.rj.gov.br >>> 4ª Conferência Estadual de Cultura >>> escolha entre Apresentação, Notícias, Setor de Políticas Culturais, Lei Estadual de Cultura e Plano Estadual de Cultura, Conselho Estadual de Política Cultural RJ, Fóruns setoriais e regionais, Planos Setoriais, Conferências Estaduais de Cultura.
  • Blog do Conselho Estadual de Cultura do RJ: www.conselhoestadualculturarj.blogspot.com >>> fotos, propostas, pautas e atas das reuniões, Lei do Sistema Estadual de Cultura, Plano Estadual de Cultura, decretos, regimento, relação dos conselheiros, implantação do Sistema Estadual de Cultura do RJ, textos acadêmicos para consulta.
  • Mapeamento estadual da dança >>> preenchimento simples e rápido (quem você é, sua formação, em que segmento da dança atua e como podemos contatá-lo >>> https://goo.gl/forms/oexKfo9CGxPfAAjB3 
  • Grupo no whatsapp para receber notificações sobre políticas culturais: solicite sua inclusão pelo email deniseacquarone.sec@gmail.com
  • Artigo de Denise Acquarone sobre a Conferência Estadual de Cultura, AQUI.

3ª Conferência Municipal de Cultura do Rio acontecendo este mês


Conferências regionais anteciparão as candidaturas a delegados de cultura


Devido à dimensão territorial do município da capital fluminense, serão feitas conferências regionais de acordo com as áreas de planejamento (AP), no período de 1º a 19 de maio. O calendário será o seguinte: 

  • AP4/Zona Oeste, dia 1º maio, na Lona Cultural Jacob do Bandolim (Jacarepaguá); 
  • AP5/Zona Oeste, dia 5 de maio, na Areninha Carioca Hermeto Pascoal (Bangu); ADIADO, VER ATUALIZAÇÃO DE POSTAGEM AQUI.
  • AP1/Centro, dia 8 de maio, no Centro Cultural Calouste (Praça Onze); 
  • AP2/Zona Sul, dia 15 de maio, na Sala Municipal Baden Powell (Copacabana); e 
  • AP3/Zona Norte, dia 19 de maio, na Arena Carioca Fernando Torres (Madureira). 
Nesse interim, haverá a eleição para o Conselho Municipal de Cultura, com votação online. A posse do Conselho será no final de maio, no Centro Cultural João Nogueira (Imperator), no Méier, durante a 3ª Conferência Municipal de Cultura (dias 28 e 29/05).

Interessados podem acompanhar as notícias pela página do Conselho Municipal de Cultura no site da Prefeitura do Rio de Janeiro, em http://www.rio.rj.gov.br/web/smc/conselhomunicipal, ou curtindo a página da SMC no Facebook.


Atribuições do Conselho

O Conselho Municipal de Cultura é responsável por elaborar diretrizes para política municipal de cultura; acompanhar e fiscalizar a implementação das políticas, programas, projetos e ações do Poder Público na área cultural; elaborar diretrizes que visem à proteção e à preservação de obras e manifestações de valor cultural, histórico e artístico; e outras atividades. 

   O Conselho é formado por 24 membros, sendo 12 oriundos do poder público e 12 da sociedade civil. Podem se candidatar ao conselho pessoas físicas e jurídicas com atuação comprovada na área cultural e residência na cidade há, no mínimo, um ano. 

   Vale lembrar que o conselheiro fica impedido de participar de qualquer edital da Secretaria Municipal de Cultura e de receber recursos do Fundo Municipal de Cultura durante o mandato. 

   O Decreto 40.615/2015 determina que o CMC seja constituído a partir da divisão por linguagens, movimentos e assentos. Entre os integrantes da Sociedade Civil, são escolhidos representantes dos seguintes segmentos: cultura popular; artesanato; artes visuais; audiovisual; literatura; patrimônio cultural; música; teatro; dança; circo; cultura urbana; design; economia da cultura (movimentos dos trabalhadores em cultura); economia da cultura (produtores culturais); movimento social de identidades: etnias indígena e afro-brasileira; movimento social de identidade sexual: gêneros, transgêneros e orientação sexual; movimento de faixas etárias: infância, juventude e idosos; expressões culturais de pessoas com deficiência; comunicação social; economia criativa; territorialidade: áreas de planejamento; territorialidade: circunscrições territoriais; cultura popular/blocos de carnaval; cultura popular/folclore.

(matéria publicada na ed. 128, maio/2018, do Jornal Falando de Dança)

Leia Mais:

Procura eventos dançantes em maio? Veja aqui as dicas publicadas na edição 128 do Jornal Falando de Dança

Leia online as edições do Jornal Falando de Dança, neste link: https://issuu.com/dancenews 


S E G U N D A S

Baile da Melhor Idade do Club Municipal
Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822.

T E R Ç A S

Baile da Conceição da Bahia
Na Tijuca, Inf.: 2288-2087 / 9-9679-3628.
Tijuca Tênis Clube
Inf. (21) 3294-9300.
Terça dançante da Gaúcha
Toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição.
Baile do Studio de Dança Flávio Marques
No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305.
Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana
Às terças, 19h. Inf. 981-795-710.
Baile do Trabalhador
Dia 01/05, 16h, no Club Municipal, com banda Novos Tempos. Org. Valdeci de Souza. V. destaque de capa.

Q U A R T A S

Quarta dançante na Gaúcha
Toda quarta, 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558.
Dançando na Quarta
Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 2578-4361 / 7830-3009.
Quartas Democráticas
Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611.
Baile dos Amigos da Dança, na Taquara
Toda quarta, Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585.
Baile do Almoço
No Centro do Rio, toda quarta, 12h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066 / 9-8780-2223.
Quarta dançante no Mauá (SG)
Baile beneficente mensal, com dançarinos, geralmente na primeira quarta-feira do mês, org. prof. Genilton. Inf. 973-538-170.
Almoço dançante na Tijuca
Toda terceira quarta-feira do mês, almoço com tudo incluído e equipe de dançarinos, na Casa dos Açores. Org. Nelson Veloso (97007-4392) e Myriam Linhares (99962-0759). Especial dia 16/05: comemoração do aniversário de Nelson Veloso, com o cantor Enio Baronne. V. anúncio nesta edição.
Almoço dançante na Cinelândia
Toda última quarta-feira do mês, com Vera Regina e selecionada equipe de dançarinos. Tudo incluído (exceto bebidas). V. anúncio nesta edição. Inf. 99112-5998.
Baile de aniversário de Diogo Ribas
Dia 06/06, 18h, no Mackenzie, Méier, com banda Alto Astral, dj WNegrão e equipe de dançarinos. V. anúncio nesta edição. Inf. 96581-5750.

Q U I N T A S
Tango Gala
Em Copacabana, baile mensal de tango, na Academia Alvaro Reys. Inf. 2547-0861. 
Quinta dançante da Gaúcha
Em Laranjeiras, toda quinta, na Churrascaria Gaúcha, com opção de dançarinos de ficha. Inf. 2558-2558.
Baile do Talento
Toda quinta, 16h30, na Mansão das Águas, em Jacarepaguá, com Bel e Equipe e dj Luiz Alves e convidados. Inf. 99972-1038.
Bailinho do Clube do Rocha
No CSSE, na segunda quinta-feira do mês, com equipe de dançarinos (sist. ficha). Inf. 3256-5833 / 9.6423-7917.
Almoço dos Aposentados do Club Municipal
Na Tijuca, 1ª quinta-feira do mês, 12h, música ao vivo com almoço. Inf. 2569-4822.
Baile da Ac. Luciana Santos
Última quinta-feira do mês, 17h, com dançarinos. V. anúncio da academia publicado nesta edição. Inf. 9-9986-7749.

S E X T A S
Baile da C. D. Carlinhos de Jesus
Em Botafogo. Inf. 2541-6186
Baile da Cachanga do Malandro (Carlos Bolacha)
Na Lapa. Inf. 3647-1006 / 97916-0141 (Tim)
Baile da Ac. Cristiano Pereira
Em Bonsucesso. Inf. 3868-4522.
Casa dos Poveiros
Na Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009.
Sexta Carioca na Gaúcha
Em Laranjeiras, com dj Betinho tocando o melhor de todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição.
Milonga Xangô
Na Lapa. Inf. 3970-2457.
Espaço Dança Comigo
No Estácio, . Inf.2273-4346.
Baile X
No Centro do Rio, última sexta do mês, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066. V. anúncio nesta edição.
Casa de Viseu
Em Vila da Penha. Inf. tel.3391-6730.
Sexta dançante no sobrado
Em Pilares,Henrique Nascimento. Inf. 3899-7767 / 7706-0217.
Pagode do Municipal
Na Tijuca, geralmente às sextas. Inf. 2569-4822.
Seresta dançante no Canto do Rio, Niterói
Todas as sextas. V. programação do clube na página 2. Inf. 2717-5023.
Bailes da Angela Abreu
Sexta, 19h30, na Aspom: 11/05 (Baile das Mães, banda Alto Astral); 20/07 (Baile do Amigo, banda Novos Tempos); 10/08 (Baile dos Pais, banda Alto Astral. Baile de aniversário da promoter: ver domingo, dia 02/12. V. anúncio nesta edição. Inf. 99973-1408.
Baile de aniversário de Michel Santos
Dia 18/05, 20h, na Casa das Beiras, com banda Alto Astral. V. anúncio nesta edição. Inf. 99971-0848.

S Á B A D O
Baile do Núcleo de Dança Amantes da Arte
No Méier, Inf. 2595-8053 / 9-8142-5371 (Cláudio Almeida).
Bailes na Escola Jaime Arôxa Botafogo
Todos os sábados: 1º sábado: Rastapé & Batucada; 2º sábado: Tum & Tum; 3º sábado: zouk; 4º sábado: Milonga Carioca. Inf. 2542-2040. V. anúncio nesta edição.
Sábado Especial na Gaúcha
Em Laranjeiras, com duas bandas, todo sábado, 20h, na Churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição.
Zouk Explosion na academia Lídio Freitas
Baile mensal.  Inf. 2565-6253.
Baile da Melhor Idade, em Mesquita
Todo segundo sábado do mês, no Espaço de Dança R & A, do prof. Reginaldo. Inf. 9-7650-2746 / 9-8809-3888.
Bailes do Clube das CelebrIdades
Inf. 2257-3898 / 99777-1338 / 98567-7874.
Bailes no Clube Humaitá, Niterói
V. anúncio com a programação do clube, na pág. 2. Inf. 98787-0068.
Baile de flash back no Club Municipal
Geralmente no último sábado do mês, ligar para confirmar. Inf. 3528-8966.
Baile do Glamour no Canto do Rio
Dia 05/05, 19h30, com bandas Alto Astral e Rio Postal e djs Sandra Lopes e Reinaldo Silva, comemorando os aniversários de Vania Cortes e Bira Niterói. Inf. 99733-4111.
Almoço dançante em Nilópolis
Dia 19/05, na Beija Flor de Nilópolis, com as bandas Alto Astral e Rio Balanço. Detalhes no anúncio destaque de capa desta edição. Inf. 99628-1215 (profª Martinha).
Baile no Humaitá A. C., Niterói
Dia 19/05, 19h, com banda Alto Astral, em homenagem ao mês das mães. Inf. 99932-3212 (Leila) ou 96653-9839 (Índio).
Baile da Amizade na Casa Elandre
Dia 19/05, 18h30, em Madureira, comemorando o aniversário de Robertinho Madureira, com bandas Milênio e Novos Tempos e equipe de dançarinos de ficha (Karla Falcão). Realização: Pinta (99020-2201). V. anúncio nesta edição.
Baile de aniversário de Renata Peçanha
Dia 26/05, em seu espaço de dança, na Lapa, das 22h às 5h, em dois ambientes (dança de salão e zouk). V. anúncio nesta edição.

D O M I N G O S
Domingueira do Canto do Rio
Centro de Niterói, todo domingo, 19h, com banda ao vivo. Inf. 2717-5023. V. programação das bandas no anúncio da pág. 2.
Domingueira Democrática
Na Lapa, todo domingo, 20h, com banda ao vivo. Inf. 2252-4611. V. anúncio nesta edição.
Domingueiras do Club Municipal
Na Tijuca, das 13 às 19h. V. anúncio nesta edição. Inf.: 2569-4822.
Domingueiras Casa da Vila da Feira
Na Tijuca, 13h, almoço social quinzenal com música ao vivo. Inf. tel. 2293-1542.
Domingo Legal no clube Humaitá, Niterói
Seresta baile todo domingo, 18h, com o tecladista Edimar. Apresentação de Teresinha Lima. V. a programação do clube publicada na pág. 2 desta edição. Inf. 99676-0892.
Domingueiras AABB-TIJUCA
Segundo e quarto domingo do mês, 12h, com grupo Som e Vozes, v. anúncio nesta edição. Inf. 964-343-243.
Domingueira da Aspom
Em Piedade, todo domingo, 18h: Os Devaneios (1º domingo); Alto Astral (2º e 5º domingo); Novos Tempos (3º domingo) e Estação Rio (4º domingo). Inf. 2596-3974.
Domingo dançante na Gaúcha
Em Laranjeiras, todo domingo, 20h, na Churrascaria Gaúcha, dj tocando todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição.
Domingueira  Jaime Arôxa Tijuca
Inf. 7856-5288 / 2565-6253.
Gafieira Elite
No Centro do Rio, Domingueira da Paulinha, todo 1º e 3º domingo do mês, com dj Paulinha Leal. Inf. 2232-3217.
Baile de tango na Ac Jimmy de Oliveira
No Catete, 3º domingo, org. Márcio Carreiro. Inf. 2264-6044. Ligue para confirmar.
Domingueira na Ac Jimmy de Oliveira
Inf. 2285-6920 / 9-9476-8130. Ligue para confirmar.
Baile no Horto do Fonseca
Baile mensal gratuito, das 11 às 14h, no Horto do Fonseca, em Niterói. Realização: Amazonas Dance. V. anúncio na pág. 16.
Almoço dançante do Dia das Mães
Dia 13/05, no Canto do Rio, Centro de Niterói, com música ao vivo, na pérgula da piscina. V. anúncio da programação do clube na página 2. Inf. 2717-5023.
Baile show com Rick Vallen, no Méier
Dia 27/05, 18h, no Saloon Festas, com abertura com o cantor Francis. Inf. com Michel Santos, t. 99971-0848. V. anúncio nesta edição.
Quarteto Fantástico, o Baile
Dia 05/08, 15h, no União F. C., Mesquita, com banda Estação Rio e djs Nenen by Night e David Rodrigues. Inf. 97463-5720.
Baile de aniversário da amiga Angela
Dia 02/12, 18h30, na Aspom, com banda Novos Tempos. V. anúncio nesta edição. Org. Angela Abreu, tel. 99973-1408.

AVISOS, SHOWS, PASSEIOS, MOSTRAS, FESTIVAIS, COMPETIÇÕES, TEATRO, WORKSHOPS, CURSOS e outros:

Inês Turismo em Minas Gerais
De 31/05 a 03/06, excursão a Lambari ou São Lourençao.  V. anúncio na ed. 127. Inf. 98176-6196.
Gramado da Serra com Alexandre Nurck
Dia 01/05, feriado, passeio dançante à fazenda de lazer Gramado da Serra, em Vassouras, com dançarinos do grupo. Inf. 99697-6797 / 98822-1749. V. anúncio nesta edição.
Poços de Caldas com Alexandre Nurck
De 18 a 20/05, em ônibus de turismo, pensação completa no Hotel Nacional Inn, City Tour, visita à vinícola Casa Geraldo e dois bailes com música ao vivo e dançarinos do Rio. Inf. 99697-6797 / 98822-1749. V. anúncio nesta edição.
Show do cantor Aldo no Rio
Dia 26/05, 20h, AABB-Tijuca, v. anúncio nesta edição. Inf. 99643-9659 (Elzany).
4ª Conferência Estadual de Cultura do RJ
Dias 01 e 02/06, no Teatro João Caetano (consulte o site do Conselho Estadual de Política Cultural - CEPC RJ).
Show do cantor Aldo em São Paulo
Dia 01/07, 14h30, no Mie Kaikan, em Vila Mariana, São Paulo, SP, v. anúncio nesta edição. Inf. 99643-9659 (Elzany).
1ª Festa Queijos e Vinhos em Miguel Pereira, da C. D. Sérgio Castro
Dias 25 e 26/08, na sede campestre do clube ASA-Rio. V. anúncio nesta edição. Inf. 98626-5044 / 3390-9650.
2ª Festa Tropical em Angra dos Reis, da C. D. Sérgio Castro
Dias 27 e 28/10, na sede náutica do Club Municipal. V. anúncio nesta edição. Inf. 98626-5044 / 3390-9650.
Bolero in Foco a bordo
De 24 a 27/02/18, grupo fechado com os organizadores e professores do Bolero in Foco, em cruzeiro marítimo Rio/Ilha Grande/Ilha Bela. V. anúncio nesta edição. Vendas com exclusividade SemearTur. Inf. 98284-7170.
16º cruzeiro temático da Costa Cruzeiros
Dançando a Bordo edição 2019, com embarque dia 10/03/2019. Vendas pela Semeatur, com parcelamento. Inf. (21) 98284-7170 (Edson Santos). V. anúncio nesta edição.
Atividades sócio-educativas e culturais da APDS/RJ para 2018
(27/05) Diálogos e Movimentos | Syllabys do Bolero | Coord. Sérgio Castro | 10h no CCo; (10/06) Diálogos e Movimentos | Syllabys do Samba | Coord. Rodriguinho Barcelos | 10h no CCo; (22/07) Comemoração do Dia do Dançarino, em baile no Horto do Fonseca, 11h (banda Alto Astral, grátis, prod. Amazonas Dance) e na domingueira da Aspom (19h, c/ desconto para associados adimplentes); (29/07) Diálogos e Movimentos | História da Dança de Salão | Coord. Leonor Costa e Gustavo Loivos | 10h no CCo; (23/09) Comemoração da promulgação da Lei Molon (dança de salão patrimônio cultural imaterial do RJ), na domingueira da Aspom; (18/11) Cerimônia de abertura da Semana da Dança de Salão, em baile no Club Municipal; (24/11) Interdanças no Forte, mostra coreográfica da APDS | 18h no Auditório Santa Bárbara, MHEx/Forte de Copacabana; (25/12) Baile de Encerramento da Semana da Dança de Salão | Realização: Gustavo Loivos | Horto do Fonseca, 11h, com banda Alto Astral; (09/12) Eleições da diretoria APDS biênio 2019-2020 | 10h no Club Municipal; (09/12) | Confraternização de fim de ano, em baile no Club Municipal | 13h;

EVENTOS EM OUTRAS CIDADES E ESTADOS
(consulte também a programação das bandas e djs)
NITERÓI / SÃO GONÇALO / ALCÂNTARA
Ver programação por dia da semana.
MARICÁ / RJ
Bailes Moreira Studio de Dança.  Inf. 9-8744-6884. Ligue para confirmar.
ITABORAÍ / RJ
Noites dançantes com música ao vivo no Esporte Clube Comercial de Itaboraí, todas as quintas, 19h30. Inf. 2635-2333. Ligue para confirmar.
RIO DAS OSTRAS / RJ
Bailes do grupo Renascer, na rua Renascer da Terceira Idade, Jd. Campomar. Inf. (22) 2764-6700.
NOVA IGUAÇU
Toda sexta, baile na casa de shows RioSampa. Inf.2667-4662
DUQUE DE CAXIAS
Bailes da academia de dança ESCADAS. Inf. 9-9968-7622 (João Batista).

PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS  E DJ’S PATROCINADORES/APOIADORES:

Banda Alto Astral Inf. (21) 3762-2669 / 9-6458-7280. V. anúncio nesta edição. Já agendado para maio: (01) Castelo da Pavuna + Elandre; (02) Rio Scenarium; (04) Aspom; (05) Canto do Rio; (06) Democráticos; (07) Quadra da Império Serrano; (08) Pistache; (09) Rio Scenarium; (11) Aspom; (12) Castelo da Pavuna; (13) Aspom; (16) Rio Scenarium; (17) CIB; (18) Casa das Beiras; (19) Beija Flor de Nilópolis + Humaitá; (20) Canto do Rio; (23) Rio Scenarium; (25) Poveiros; (26) Campos; (27) Espaço Marcelino; (30) Rio Scenarium; (31) Castelo da Pavuna.Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook.
Banda Estação Rio Inf. (21) 2143-8891 / 97447-2795 /  9.6434-2581 / 9.6411-0121. V. anúncio nesta edição. Já agendado para maio: (11) Poveiros (a confirmar); (12) Poveiros; (13) Quadra da Matriz no Rocha; (14) Club Municipal; (16) Poveiros; (18) Sargento de Cascadura; (27) Aspom. Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook.
Conjunto Aeroporto
Inf. 2280-2356 / 9-9994-5580, Sr. José.
Banda Brasil 10 Inf. (21) 2570-0336 / 9-9445-5131 (Fabiano Brasil).
Banda Brasil Show
Inf.: (21) 2691-7294 / 9-9667-1814.
Banda Caribe
Inf. (21) 2508-1315 (Antonio Carlos).
Banda Cassino Brasil
Inf. 2427-0861/7819-3214
Banda Copa 7
Inf.970-282-293
Banda Holiday
Inf. (21) 3371-4239 / 9-9664-1080 (Paulo)
Banda Lua Nova Rio Inf. (21) 9-8666-1864 / 9-7649-9548 / 986.589.867 (Daniel).
Banda Milênio
Inf. Larissa Pimenta: 9.6990-9789 e 9.7646-4857.
Banda Novos Tempos Inf. (21) 3624-9446 / 9-9727-2195 / 9-8276-3300 (Robson).
Conjunto Os Devaneios Inf. (21) 9-9365-4362 (Jorge) / 2762-0069 (Luiz)
Banda Paratodos
Inf. Toninho Moreira, tels. (21) 3477-4308 / 964-779-022.
Banda Pérolas
Inf. (21) 3178-3369 / 9-9956-7278 (Aldair).
Banda Phenix Inf. (21) 9-9390-3475 / 2482-4911 / 7731-2474 (Ruan Carlos)
Banda Resumo Inf. (21) 2462-5080 / 9-8289-9287 / 9-7363-9927 (Emerson Ribeiro).
Banda Rio Balanço Inf. (21) 3072-2500 / 99464-0953 (Washington)
Banda Rio Postal. Inf. (21) 3018-3087 / 97022-6025 (Cosme); 97026-9367 (Rogério).
Banda Shock Casual Inf (21) 3406-9367 / 9-8611-3154
Banda Sol & Mar Inf. (21) 2225-6925 / 9-8769-9980 (Fernando).
Grupo Som e Vozes Inf. (21) 2757-2564 / 9.6434-3243.
Banda Status Rio 
Inf. Zeca Teixeira 3793-4415 / 98130-9552; 7837-2144 (Janete); (21) 3762-6535 (Ilsa).
Grupo Trinidance  Inf: (21) 9-9854-9827.
W. P. Show
Inf: (21) 2596-4786 / 97122-5528 (Sidnei).
CONTATOS DOS DJs
DJ Cícero Souza Inf. (21) 98836-4492
DJ Evando Santos Inf. (21) 98812-3188
DJ Fabiano Silva Inf. (21) 7723-0745
DJ Fábio Marques Inf. (21)  9.9304-6717.
Dj Guisner
Inf. (21) 2260-1332 / 9-9732-3594.
DVJ Luiz Carlos Alves
Inf. (21) 97000-1034
Dj Pedrada Inf. (21) 9-9775-2102
DJ Renato Ritmus Inf. (21) 9-9692-1752.
DJ Renatinho Inf. (21)  9-9682-6671 / 9-9236-6513.
DJ Tom Silva Inf. (21) 98390-9550
DJ Viviane Chan Inf. tel (21) 9-9462-9322.
DJ W Negrão Inf. tel (21) 9-9022-7905.

LIGUE PARA CONFIRMAR
Programação sujeita a alterações.
Ligue antes! Informe ao promotor onde viu a dica, ajudando-nos a comprovar a utilidade desta seção. Seja um de nossos patrocinadores e tenha seu roteiro inserido aqui. Inf. (21) 2551-3334  / 9-9202-6073 (Claro) / 991.228.077 (Whatsapp). Atenção! Não somos responsáveis por alterações na  programação. Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados. Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


Postagens populares