Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Personagem da nossa história: Antonio Aragão


Hoje, dia 20 de julho de 2017, Dia do Amigo, ANTONIO MARTINS DE ARAGÃO, ou simplesmente Aragão, diretor do Jornal Falando de Dança e da AMAragão Edições de Periódicos, Produções de Eventos e de Dança Ltda ME, está completando 75 anos de idade e já há muito tornou-se um personagem da história da dança de salão carioca.

Boêmio de carteirinha desde que chegou do interior do Ceará para conhecer a famosa e sonhada Cidade Maravilhosa e aqui se estabeleceu, na década de 1960, Aragão entrou para a dança de salão nos anos de 1990. Eis abaixo seu depoimento de como ingressou no segmento da dança de salão, colhido por Leonor Costa.
"Frequentava muito a Boate Bolero, na Av. Atlântica, pois morava em Copacabana. Comecei a observar casais dançando coreografado e gostei da ideia. No início dos anos 1990, fui me inscrever na academia de Carlinhos de Jesus, em um clube já demolido, na Rua da Passagem. Lá chegando, me disseram que só aceitavam inscrição de casais. A agora professora Luciana Santos também estava sem par, na fila de inscrição. Formamos par, nos inscrevemos, e a professora Stelinha Cardoso foi minha primeira professora de dança de salão. Depois fiz aulas em grupo ou particulares com os professores Bigode e Verinha Prietto. Eu e Luciana Santos formamos um grupo de amigos, com o qual passamos a conhecer todos os bailes de dança de salão da cidade, da zona Sul à zona Norte. Era uma empolgação só! Frequentávamos muito os bailes da Estudantina e foi em um desses que nos empolgamos com um dançarino talentoso, o Jimmy de Oliveira, em início de carreira profissional. Mudamos para a academia Jimmy de Oliveira, a primeira dela, na rua Correia Dutra, hoje uma academia de fitness. Seguimos o Jimmy nos outros endereços e cheguei a ser administrador da sua academia por um tempo. Só deixei a academia depois que assumi a diretoria financeira do Dance News, com Leonor Costa, também aluna e depois bolsista da academia Jimmy. Isso porque o jornal começou a exigir tempo integral, o mesmo acontecendo depois que abrimos o Jornal Falando de Dança e a AMAragão Edições e Eventos. Tenho muito orgulho do que construímos para a dança de salão nesses mais de dez anos dedicados à imprensa da dança (só de Jornal Falando de Dança completamos dez anos em 2017). E fico inconformado ao vislumbrar quanto poderíamos crescer como classe se os profissionais da dança de salão dedicassem um pouquinho mais de tempo a construir para o coletivo. E isso não se consegue fazendo eventos particulares, mesmo sendo estes de grande projeção nacional e/ou internacional, como temos muitos. Só cresceremos como classe, só resgataremos a fama que a cultura da dança de salão teve no passado, se nos unirmos sob o guarda-chuva de instituições. Quem me conhece sabe que sempre digo 'tudo é política, a vida é política', por isso se vocês me acompanham pelas notícias no Jornal Falando de Dança, sabem que sempre participo dos movimentos políticos que envolvem a dança de salão e por isso aceitei o cargo de diretor financeiro na chapa vencedora das eleições para a Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do Rio de Janeiro (APDS/RJ). Enquanto tiver saúde, estarei pelos bailes da cidade, vendo e sendo visto, dançando (pouco), criticando (muito), falando alto (estou ficando surdo), dando broncas (pavio curto é meu defeito, mas também dou broncas de pai pra filho, puxo a orelha de dançarinos por quem me afeiçoo) e distribuindo abraços. Estes eu reservo para as queridas dançarinas, sem as quais a dança de salão não teria a beleza que tem".
Currículo.
Antonio Martins de Aragão, cearense de Santa Quitéria, da família Aragão da fazenda São José dos Mocó, nasceu em 20 de julho de 1942. Aposentou-se como funcionário público do Ministério das Relações Exteriores da Grécia, com 39 anos de carreira, sendo seu último posto no então Consulado da Grécia no Rio de Janeiro. Por 18 anos, participou da administração do Condomínio Chateau de Lyon. Iniciou-se na dança de salão no início dos anos de 1990, na Casa de Dança Carlinhos de Jesus, depois migrando para a Academia de Dança Jimmy de Oliveira onde, por último, era bolsista. Em 2005, a pedido da amiga Leonor Costa, ingressou no jornal Dance News no qual ela já trabalhava como editora. Foi diretor financeiro do Dance News até sair, em março de 2007, para ingressar na iniciativa privada, onde foi sócio da CSMN artigos de informática. Em outubro de 2007, associou-se a Leonor Costa e Anderson Gomes para editarem a versão impressa da revista online Blog Falando de Dança, que Leonor criara após também deixar o Dance News em março de 2007. Em 2010 fundou a AMAragão Edições de Periódicos e Produção de Eventos, que passou a editar o Jornal Falando de Dança.

Realizações / homenagens / atuações no segmento da dança de salão, como editor, produtor executivo, produtor cultural, diretor da APDS, dentre outras atividades:
Alguns artigos de Antonio Aragão publicados no Jornal Falando de Dança:
Leia também:

  • Blog do Projeto Prêmio Cultura da Dança de Salão, AQUI.
  • Currículo da editora do JFD, Leonor Costa, e o que promoveu à frente do Jornal Falando de Dança, AQUI.
  •   Artigo de Leonor Costa para a Revista de História da Biblioteca Nacional, divulgando a dança de salão, AQUI.
  • Entenda por que o dia 13 de julho é tão importante para a história da dança de salão, AQUI.



  • Nenhum comentário:

    Postagens populares